Aposentado e pensionista que não se recadastrou no PatosPrev terá pagamento suspenso

1211

O superintendente do PatosPrev, Ariano Medeiros fez um apelo para que os aposentados e pensionistas do município de Patos que ainda não efetuaram o seu recadastramento junto ao órgão procurem regularizar sua situação, a fim de evitar a suspensão dos pagamentos.

O recadastramento, que teve início no dia 1 de fevereiro, foi determinado pela Portaria 006/2017, pela necessidade de atualização dos dados cadastrais dos funcionários inativos e pensionistas públicos municipais, teve o prazo estendido por mais 30 dias e vai até a próxima sexta-feira, dia 30 de março.

De acordo com Ariano Medeiros, dos 775 segurados do Instituto, 88 ainda não realizaram a atualização dos dados e, estas pessoas, poderão ter seu beneficio suspenso se não comparecerem até o fim do prazo que não será mais estendido.

“Por uma questão de justiça, o pagamento do mês de março será feito apenas para os segurados recadastrados, aqueles que não se recadastrarem até o dia do seu pagamento terão o seu vencimento suspenso e tão logo ele compareça a nossa sede e se cadastre nós retornaremos seu nome imediatamente a nossa folha de pagamento”, alertou Ariano.

O recadastramento está sendo realizado na sede do PatosPrev, na rua Felizardo Leite, 52, Centro, Patos (PB), no horário das 8h às 13h. Os aposentados e pensionistas deverão apresentar cópia em xerox dos seguintes documentos:

-Carteira de Identidade;

-CPF;

-Título de Eleitor;

-Cartão do Pagamento

-Comprovante de Residência atualizado;

-Certidão de Casamento e/ ou averbação da separação judicial ou divórcio;

-Registro de Nascimento e Carteira de Identificação (caso tenha filhos menor de 21 anos).
Assessoria