Ricardo diz que investiu mais do que os últimos cinco governos na Paraíba

241

“Investimos mais do que os cinco últimos governos que me antecederam”. A declaração foi dada ontem (11) pelo governador Ricardo Coutinho, em Princesa Isabel, onde entregou a ampliação do sistema de abastecimento de água da cidade. Apesar da crise que o país atravessa, enfatizou Ricardo, sua gestão teve a capacidade de investir em obras. “E investimos pela Paraíba afora, principalmente nos locais que foram mais esquecidos”, frisou.

Por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio ambiente e Ciência e Tecnologia, o governo do Estado investiu mais de R$ 8 milhões na construção do sistema de abastecimento de água da cidade de Princesa Isabel, a fim de garantir água tratada  para cerca de  30 mil pessoas.

Na ocasião, Ricardo destacou que sua gestão tem investido no município e na região de Princesa Isabel, principalmente em obras de recursos hídricos, rodovias e educação. “Princesa hoje se reencontra com sua história. Hoje celebramos a água, algum tempo atrás celebrávamos a estrada. Quero neste dia de hoje, com cada um de vocês, celebrar o avanço que esse estado teve”, comemorou.

Ricardo anunciou que no dia 1º de maio vai inaugurar a rodovia de acesso ao município de Carrapateira, tirando do isolamento a 54ª cidade, lembrando que quando assumiu o governo, em 2011,  existiam 54 municípios sem acesso por asfalto. “Isto é de uma força muito grande. Nessas 54 cidades houve investimentos de 670 milhões de reais para asfaltar 800 quilômetros de estradas e beneficiar 220 mil pessoas”, compartilhou com os moradores de Princesa Isabel.

O governador fez uma saudação especial ao ex-deputado estadual e líder de Princesa Isabel, Aluísio Pereira de Lima, 94 anos de idade, e ao final da solenidade o visitou em sua residência, tendo recebido do líder local elogios por seu estilo inovador de fazer política.

De acordo com o secretário executivo de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Deusdete Queiroga, o governador, ao investir no novo sistema de abastecimento, atende a uma demanda do Orçamento Democrático Estadual porque de fato era uma das prioridades de Princesa Isabel.

O prefeito de Princesa Isabel, Ricardo Pereira do Nascimento, agradeceu pelos benefícios que o Governo do Estado tem levado não somente ao município, mas a toda a 11ª Região geoadministrativa. “Nossa gestão vai copiar e fazer tudo aquilo que o senhor tem feito no Estado, uma gestão com seriedade e voltada para todos, com zelo pelo dinheiro público. Agradecemos também pelo recebimento de um ônibus, de carteiras escolares e melhorias na educação”, enfatizou.

Abastecimento – A cidade de Princesa Isabel possuía uma rede de abastecimento deficiente e que não atendia à demanda do município, por isso foi necessária a expansão da rede e substituição de grande parte da tubulação composta por tubos de cimento amianto, não utilizados mais hoje. Cerca de 30 mil habitantes serão beneficiados com o sistema de abastecimento de Princesa Isabel.

O projeto de ampliação da rede do município compõe-se de aproximadamente de 10 km de adutora de água bruta e adutora de água tratada, nova estação de tratamento, nova estação elevatória, reservatório apoiado com capacidade para 500 mil litros de água, além de instalação de hidrômetros residenciais. A vazão do sistema é de 35 litros por segundo de água tratada.

Paralelamente a essas obras, o Governo do Estado solicitou, e conseguiu, junto ao Ministério da Integração Nacional a realização de um ramal da adutora do Pajeú, partindo do município de Flores (PE) para atendimento imediato à população de Princesa Isabel. Essas obras foram concluídas recentemente e o município foi o primeiro da Paraíba, de fato, a receber águas do Rio São Francisco. Devido à estiagem que o Semiárido nordestino atravessa, o açude Jatobá secou totalmente e a cidade era abastecida por meio de carros-pipa. Assim, a cidade já não padece desse problema.

Ainda participaram da solenidade na praça Epitácio Pessoa, em Princesa Isabel, os secretários de Comunicação, Luis Tôrres, e Tião Lucena (executivo); o secretário de Articulação e Desenvolvimento Municipal, Buba Germano; o presidente da Cagepa,  Hélio Cunha Lima, e Nonato Bandeira, chefe de Gabinete do Governador, além de lideranças locais.

Parlamentopb