Após criticas de Ricardo, Cartaxo também descarta reaproximação e evita antecipar calendário eleitoral

750

O prefeito Luciano Cartaxo (PSD) reforçou, nesta quinta-feira (04), seu discurso de que só irá tratar sobre as eleições no próximo ano, ao ser questionado sobre as críticas feitas pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) durante esta semana, especialmente relacionadas à gestão na Capital paraibana. O prefeito disse que não pretende antecipar o calendário eleitoral e segue concentrado na administração.

Cartaxo chama líder do governador de ansioso e diz que debate eleitoral está antecipado

“Eleição só tem ano que vem. Não adianta fazer esforço para antecipar o pleito porque estamos em 2017. No ano que vem o nosso projeto, que é coletivo, vai tomar as decisões. Vamos continuar com os pés no chão, com equilíbrio e tranquilidade”, garantiu.

Em relação à aliança firmada entre o PSD, o PSDB e o PMDB para as eleições do ano passado, Cartaxo salientou que ela foi possível após o rompimento, segundo ele, feito pelo grupo do governador. “Nós nunca tivemos uma relação política. Desde de 2016, para ser mais preciso ao final de 2014, o governador fez a opção de romper uma aliança que havia sido construída em 2014. Nós tomamos o rumo do nosso trabalho. Conseguimos construir uma aliança com muito diálogo e respeito aos partidos e as lideranças”.

O prefeito ainda minimizou a possibilidade de uma aliança com o grupo do socialista e afirmou que as decisões serão tomadas em conjunto com grupo. “O PSB tem um projeto de um homem só e isto está muito claro desde as eleições de 2016, quando oferecemos um novo projeto para a cidade que não é exclusivo do prefeito Luciano Cartaxo. João Pessoa fez a opção duas vezes por esse projeto”, disse o gestor acrescentando que o momento agora é de buscar resultados concretos.

Blog do Gordinho