Pedro reforça ‘Movimento Mário Covas’ dentro do PSDB com o objetivo de ‘refundar’ partido

564

Integrante da ala jovem do PSDB, o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB) é um dos entusiastas do “Movimento Mário Covas”, que começa a se estruturar dentro do PSDB. Além de resgatar os ideais da época de fundação do partido, o movimento propõe uma agenda para o Brasil, incluindo a principal bandeira do paraibano: redução do custo da máquina pública.

Segundo Pedro, o movimento está no início, mas já mobiliza tucanos de todas as idades. “Há um sentimento em comum, não só da ala jovem, mas de deputados que entendem que existe uma pauta, uma agenda de país, que está sendo esquecida e que tem que ser prioritária. Da minha parte, estou pontuando muito a reforma do custo da máquina pública e esta será uma das causas do movimento, que pretende discutir os temas que interessam a população e não ficar preso dentro de uma crise política”, disse o parlamentar.

Na prática, os tucanos querem movimentar os projetos que estão parados, sufocados especialmente pela crise política. “Vamos fazer uma seleção de projetos que estão em tramitação só que estão adormecidos porque só se fala em crise política. Queremos fazer esses projetos andarem, dentro do que a gente considera um conceito do que o nosso país precisa”, explicou.

Para Pedro, a ‘refundação’ do PSDB – como de qualquer partido – depende mais de atitudes novas do que de caras novas. “Existe uma carência não de pessoas novas, com idade nova, mas uma atitude nova. Se for alguém com longa experiência, mas que traz uma atitude que condiz com o que a população quer é o que interessa. Qualquer partido tem a chance de se refundar, se oxigenar, desde que encare e tenha a coragem, atitude, de fazer o que se pode, uma mudança comportamental e de defesa de projetos de país”, disse.

Entre as matérias que deverão ser estimuladas dentro da Câmara Federal está a PEC 252/2016, que propõe um teto para os orçamentos da Câmara de Deputados e Assembleias Legislativas. “Essa matéria já foi aprovada no Senado, portanto, tem meio caminho andado. Fiz um requerimento ao presidente da Câmara para criar uma comissão especial e ela já foi criada. Falta apenas que alguns partidos indiquem os membros que vão participar”, informou.

Blog do Gordinho