Jornalista Célio Alves confirma que será candidato em 2018

663

Em passagem pelo Sertão do estado, o jornalista, advogado e militante político Célio Alves (PSB), concedeu uma entrevista na tarde (25), na Rádio Conexão FM, 104.9, de Santa Terezinha-PB, no programa Jornal Conexão com a Notícia, comandado pelos jornalistas Jordan Bezerra e Josley Oliveira.

Durante mais de uma hora de programa, o jornalista respondeu os questionamentos dos ouvintes e dos apresentadores. Quando perguntado quem é Célio Alves? Ele respondeu: “eu sou um sobrevivente vindo da cidade Mari, brejo paraibano, tenho 37 anos, sou de família humilde, que muito cedo tive que trabalhar na feira para ajudar aos meus pais. Depois de muita luta fui trabalhar na Rádio Rural de Guarabira, a convite da radialista Nárriman Xavier”, afirmou Célio.

O jornalista foi questionado se em 2018, seria candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa?  Célio foi enfático ao afirmar, que recebeu um convite do grande “professor em administração”, o governador Ricardo Coutinho (PSB), que é um espelho para todos que integram o PSB, e que, não seria inteligente se negasse um pedido do comandante dos Girassóis.

“O governador é um exemplo de homem público, pois trabalha incansavelmente para melhorar à Paraíba, apesar da crise que assola o País. Os indicadores sociais, os números de aprovação do governo, mostram que à Paraíba está caminhando bem. O governador vem administrando com maestria o Estado”, destacou.

Perguntado se lutaria pelas reformas do Colégio Estadual Professor João Noberto e de seu ginásio, uma propositura do presidente Câmara de Santa Terezinha, Francisco Bezerra (PSB), afirmou que Ricardo, já fez muito pelo município, a exemplo da adutora, casas, ambulância, ônibus e Samu, entre outras obras, mas mesmo assim, sempre tem o que fazer. Tranquilizou o vereador e os munícipes, ratificando que vai se acostar ao pleito do presidente, pois é uma solicitação justa. Caso seja feita essa reforma à Escola João Noberto, vai beneficiar mais de 400 alunos.

Como aliado do governador e ex-secretário adjunto da Comunicação do Estado Célio, foi indagado se a decisão de Ricardo Coutinho de não ser candidato nas eleições em 2018, era para valer? Célio, afirmou que essa decisão do governador foi pensada e estudada de forma criteriosa e, analisando o cenário político da Paraíba. O que mostra um grande gesto de desapego do governador, pois teria uma eleição praticamente certa para o senado, mas mesmo sim, pensou primeiro no projeto para a Paraíba, diferente de muitos políticos, que pensam só em si.

Quanto uma possível aliança do PMDB do senador José Maranhão, ao PSB do governador, Célio, garantiu que existe muito mais pontos de convergências entre os partidos do que, divergências, e acha pouco provável, que o PMDB apoie o grupo de Cartaxo ou de Cássio.

Foi perguntado sobre o Centro de Oncologia de Patos, se o governador vai inaugurar, disse que essa obra é muito importante para todo Sertão da Paraíba e para o Nordeste, ratificou que o governador e sua equipe estão empenhados para inaugurar o hospital, contudo, precisa da contrapartida do Governo Federal, haja vista, que os serviços de atendimentos são de alta complexidade.

Por fim, Célio Alves, agradeceu à direção da Rádio Conexão, ao Padre Erivaldo Alves, aos apresentadores e aos seus ouvintes pela oportunidade da entrevista. Deixou uma mensagem para os ouvintes.

“Nós estamos vivendo a maior crise política e ética desse País, a ponto de alguns desavisados, ou maus intencionados, defenderem à volta da Ditadura Militar. Por pior que seja nossa democracia será sempre uma alternativa mais adequada, pois na democracia prevalece à vontade do povo”, garantiu o jornalista.

Segundo ele, o desejo de entrar na política não é para tira proveito pessoal, mas sim, ser meio e instrumento de transformação social para as pessoas da Paraíba. Portanto, escolher bem é fundamental nesse processo da democracia.

Jordan Bezerra