Dinaldinho exclui Maranhão de chapa majoritária e revela que Cartaxo tem ‘encantado’ prefeitos da PB

166

O prefeito de Patos, Dinaldinho Wanderley (PSDB), excluiu o senador José Maranhão (PMDB) de uma chapa majoritária das oposições nas eleições de 2018. De acordo com ele, o PMDB deve ser contemplado no próximo ano com a prefeitura de João Pessoa ou com a indicação de Raimundo Lira (PMDB) para uma das vagas ao Senado. O tucano ainda destacou o “encantamento” dos gestores da Paraíba com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), e destacou o poder do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), de puxar votos.

Dinaldinho Wanderley observou que José Maranhão não chegou a cumprir, sequer, metade do mandato no Senado Federal.

“Maranhão tem um mandato de mais quatro anos, tem serviço prestado à Paraíba. Se o candidato for o nosso prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, o PMDB ganha a prefeitura de João Pessoa. Se Romero for o candidato, o partido indica Raimundo Lira para o Senado. De todas as formas, o PMDB estará bem contemplado em qualquer cenário”, avaliou.

O prefeito apostou que as oposições já marcharão coesas no primeiro turno e garantiu que Romero e Cartaxo estarão unidos em 2018.

“Os dois são grandes administradores. Romero vem fazendo uma grande administração em Campina Grande, pode ter seu nome postulado ao governo e a união das oposições é que vai fazer a diferença. Romero não é só um grande administrador, um grande puxador de votos, mas um bom dialogador com a classe política”, disse.

Dinaldinho ainda prosseguiu nos elogios ao prefeito da Capital e assegurou que Cartaxo tem capacidade para administrar o estado.

“Ele tem uma visão administrativa diferenciada e Cartaxo deve abrir diálogo com outros prefeitos para mostrar sua gestão e mostrar o que pode ser feito de maneira mais imediata. Ficamos de marcar novos encontros e acredito que ele é capaz de administrar o estado pelo que ele tem feito em João Pessoa”, finalizou.

paraiba.com.br