“Denúncia infeliz e fofoqueira” diz confederação de Bispos sobre investigação contra pastor Estevam

607

O presidente da Confederação Nacional dos Bispos, Robson Rodovalho, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) um posicionamento sobre a investigação do Ministério Público Federal (MPF) contra o pastor Estevam Fernandes.

De acordo com o MPF, o pastor da Primeira Igreja Batista de João Pessoa, teria se utilizado do culto para se posicionar a favor do candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

Para o presidente da Confederação, estaria havendo ‘dois pesos e duas medidas’ na investigação. De acordo com ele os pastores têm cumprindo a normatização que impede o pedido de votos e apresentação de números de candidatos.

Afirmando que o pastor Estevam possui uma reputação ilibada, Robson destacou que a denúncia teria sido “infeliz e fofoqueira”.

PB Agora