Tradição cultural se renova em realização do 38º Festival de Cantadores Repentistas do Nordeste, em Patos

71

O poeta Jomaci Dantas deu boas vindas aos cantadores, repentistas, colaboradores e ao público em geral que se fez presente na noite desta segunda-feira, dia 11, para prestigiar o 38º Festival de Cantadores Repentistas do Nordeste. O evento aconteceu no auditório master do Centro Universitário de Patos (UNIFIP).

O jornalista Luiz Gonzaga Lima de Morais comandou a sequência das apresentações que abrilhantaram o evento tradicional e que cumpre o papel de resgate e difusão da arte da poesia através da cantoria e do repente.

Neste mesmo dia, celebra-se o aniversário de Jomaci Dantas que organiza o evento e a data torna-se ainda mais especial também para o repentista Ivanildo Vila Nova, que completa mais um ciclo de vida na quarta-feira, dia 13, e se fez presente como um dos mais experientes poetas da cantoria em nível nacional. Aos 76 anos, Ivanildo Vila Nova é referenciado pelo dinamismo, dedicação à cultura e a vitalidade lúcida como repentista em atuação.

Sob aplausos a cada mote finalizado com maestria, o público seleto que valoriza a cantoria, ria e vibrava com as provocações entre as duplas. A criatividade e o improviso é uma das principais marcas da cantoria e do repente que encanta gerações e segue sendo preservada entre as famílias de poetas nordestinos.

Se apresentaram no 38º Festival de Cantadores Repentistas do Nordeste os poetas Antônio Lisboa, João Lourenço, Raimundo Caetano, Edmilson Ferreira, Biu Dionísio, Zé Viola, João Lídio, Ivanildo Vila Nova, além das atrações especiais dos declamadores Francisca Araújo e Ramon Medeiros.

O evento contou com o patrocínio da Fazenda Tamanduá, UNIFIP e da ECISA. O evento recebe também o apoio do professor Jacob Souto, que é vice-prefeito de Patos, além dos vereadores Marcos César e José Gonçalves, além de amantes da poesia e do repente.

Jozivan Antero – Polêmica Patos