Ciro tenta conquistar apoio de Kassab e outras lideranças do PSD

148

Ciro Gomes (PDT) segue buscando tecer importantes alianças para se firmar como o principal nome da terceira via nas eleições presidenciais brasileiras neste ano de 2022. Nas últimas semanas o ex-governador do Ceará conversou com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD-RJ) e com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco(PSD-MG). Especialistas apontam que Ciro pretende convencer Gilberto Kassab e as principais lideranças do seu partido a lhe apoiarem.

A vontade é validada por Carlos Lupi, presidente nacional do PDT. Segundo ele, o martelo ainda não está batido em nenhum dos dois estados, mas ele gostaria que a aliança com o PSD “se tornasse nacional”. “Só que política não é só desejo”, pontua.

Na visão de Lupi, a indefinição do PSD sobre uma candidatura presidencial impede que a parceria progrida neste momento. Kassab ainda diz que lançará um nome ao Palácio do Planalto depois de não conseguir convencer o próprio Pacheco, o ex-governador gaúcho Eduardo Leite (que ficou no PSDB) e Paulo Hartung (ex-governador do Espírito Santo), mas não definiu qual será a quarta tentativa.

Ciro e Kassab trocaram elogios na imprensa recentemente: enquanto o pessedista disse que Ciro seria um bom presidente, o pedetista respondeu que o “amigo” conduz o partido “de forma muito correta” depois do encontro com Pacheco. Na mesma data, o presidenciável também declarou que “se eu pudesse ter o apoio deles, ficaria bastante feliz”.

Wscom com Veja