Representante da classe LGBT em Patos lamenta morte de jovem transexual

121

Nota de lamentação

Eu como representante da classe LGBT em Patos lamento em nome de todas as trans o ocorrido com Renata Cavalcante, de apenas 16 anos.

É lamentável como nos dias de hoje ainda nos deparamos com essa situação.

Somos filhas, irmãs, esposas, sobrinhas, primas, temos família e merecemos respeito.

Até quando vamos viver numa sociedade que ainda tem pessoas que não nos respeitam nos tratam com olhar torto? Às vezes nos sentimos rejeitadas perante a sociedade.

Somos gente e merecemos respeito.

Minhas sinceras condolências a toda a família da nossa querida Renata. Que Deus venha abrandar os corações daqueles que não aceitam nossa classe.

Merecemos respeito, merecemos viver

Sheyla Ferreira

Fonte: Folha Patoense