Dois assaltantes do bando que explodiu carro-forte no Sertão, morrem em confronto com a polícia

79

Dois criminosos que faziam parte do bando que assaltou um carro-forte no início da tarde desta segunda-feira (16), na BR 230, entre os municípios de Aparecida e Pombal, morreram durante confronto com a polícia na zona rural de Santa Cruz, na região de Sousa.

A perseguição policial se deu logo após o ocorrido. Conforme o capitão Feitosa, em entrevista ao repórter João Alencar, a PM recebeu informação de que dois indivíduos em uma moto teriam dado apoio a um dos veículos que foi utilizado na empreitada criminosa, o qual foi abandonado e queimado na zona rural. Ele disse que a PM conseguiu localizar os dois criminosos na motocicleta os quais abriram fogo contra os policiais. Durante a troca de tiros os meliantes foram atingidos e ainda chegaram a ser socorridos para o Hospital Regional de Sousa (HRS), mas não resistiram e faleceram.

A moto que estava em posse dos suspeitos foi apreendida.

O coronel Campos que também está a frente nas diligências, falou com a nossa reportagem e disse que foram designadas para as buscas: policiais do BOPE, Força Regional, Batalhão de Área de Sousa e Cia de Pombal.

Conforme a PM, o grupo de assaltantes é em maior número e outros ainda continuam foragidos.

O ASSALTO

Criminosos fortemente armados, forçaram a parada do carro-forte para realizar o assalto. No veículo havia quatro seguranças. As vítimas se abrigaram no mato às margens da estrada e ninguém se feriu.

De imediato, as guarnições da PM empreenderam diligências para localizar os suspeitos. No crime, os meliantes explodiram o carro-forte antes de fugir, soltaram grampos na estrada e queimaram mais dois veículos para dificultar a passagem das viaturas.

A polícia não soube informar o valor levado pelos criminosos.

DIÁRIO DO SERTÃO