Gasto com o Auxílio Brasil até maio já supera orçamento do Bolsa Família em 2021

88

Este montante já é maior do que os R$ 35,4 bilhões que constam na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021 para ser executado por meio do Programa Bolsa Família ao longo de todo o ano passado

R$ 36,5 bilhões. É este o valor pago pelo Governo Federal nas cinco primeiras parcelas deste ano do Auxílio Brasil no país.

Este montante já é maior do que os R$ 35,4 bilhões que constam na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021 para ser executado por meio do Programa Bolsa Família ao longo de todo o ano passado. É o que aponta um levantamento feito pela GloboNews com base em dados da Secretaria Nacional de Renda e Cidadania (Senart), do Ministério da Cidadania.

Substituto do Programa Bolsa Família, o Auxílio Brasil começou a ser pago em novembro de 2021. Mas os valores praticados atualmente – R$ 409,51 de valor médio recebido por família e R$ 7,3 bilhões pagos por mês – só entraram em vigor este ano.

Para se ter ideia do impacto fiscal da substituição de um programa por outro, o valor repassado pelo governo federal entre janeiro e maio às famílias beneficiárias cresceu 161% em relação ao mesmo período do ano passado. O salto foi de R$ 14 bilhões para R$ 36,5 bilhões, segundo números do Ministério da Cidadania.

No último mês de sua vigência, isto é, em outubro de 2021, o Bolsa Família atendia 14,6 milhões de famílias. O valor médio de benefício era de R$ 191,37 por família.

Em maio deste ano, o Auxílio Brasil foi pago a 18,1 milhões de famílias. Cada uma delas recebeu, em média, R$ 409,51.

Em número de famílias beneficiárias, o universo do Auxílio Brasil é dividido da seguinte forma:

8,5 milhões de famílias no Nordeste;
5,2 milhões no Sudeste;
2,1 milhões no Norte;
1,2 milhão no Sul;
937 mil no Centro-Oeste.

Isso quer dizer que 47% das famílias atendidas pelo Auxílio Brasil vivem no Nordeste.

Datafolha

Pesquisa Datafolha publicada pelo jornal “Folha de S.Paulo” na segunda-feira (30) aponta que 26% dos eleitores que pretendem votar no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em outubro recebem o Auxílio Brasil. De acordo com a sondagem, entre os eleitores de Jair Bolsonaro (PL), este percentual é de 16%; entre os que têm intenção em votar em Ciro Gomes, 12% são beneficiários ou têm alguém em casa que é atendido pelo programa de transferência de renda.

Ainda de acordo com o Datafolha, entre os entrevistados que dizem receber o Auxílio Brasil, 61% são mulheres e 39% são homens.

Clickpb com G1