Desembargadora Maria das Graças Morais Guedes recebe título de cidadã pessoense e medalha cidade de João Pessoa

84

Na tarde desta segunda-feira (13), a Câmara Municipal de João Pessoa – CMJP realizou sessão solene para entrega do título de cidadã pessoense e a medalha cidade de João Pessoa à desembargadora Maria das Graças Morais Guedes. A solenidade reuniu diversos representantes do Direito da Paraíba, a exemplo de juízes, promotores e procuradores e foi proposta pelo vereador Durval Ferreira (PL).

Em seu pronunciamento, Durval Ferreira afirmou que a desembargadora “Graça”, como é carinhosamente chamada pelos amigos, é uma mulher forte, sincera, íntegra, justa, honesta e que sempre busca se espelhar em sua mãe. “Sinto-me muito honrado em entregar o título de cidadã pessoense e a medalha cidade de João Pessoa à dra. Maria das Graças”, acrescentou.

Aldo Schueler, representando a família da desembargadora, falou que Maria das Graças tem como características marcantes a sinceridade, a justiça e a determinação. “Essa mulher forte, verdadeira, elegante e competente, também é humana, sensível e simples. Além dessas virtudes, também possui o cuidado e o amor em tudo o que faz. Aprecia uma boa música, prefere o campo à praia. No sítio, cuida pessoalmente do seu jardim. É uma mulher que nunca perdeu a humanidade”, destacou.

“Estou imensamente agradecida a Deus e a todos que se fizeram presentes na minha trajetória de vida. Posso proclamar que João Pessoa me proporcionou a realização do maior e do melhor dos meus sonhos, que foi a magistratura que tanto me orgulho, uma condição de vida digna e uma família que amo, bons e grandes amigos”, disse a homenageada.

Participaram ainda da sessão solene o presidente da CMJP, vereador Dinho (Avante), o procurador geral do estado, Fábio Andrade, o procurador do município Bruno Nóbrega, que na ocasião representou o prefeito da capital, Cícero Lucena, além da procuradora de justiça, Soraya Nóbrega, Silvio Ramalho, representante da OAB e representando o presidente do Tribunal de Justiça, participou o desembargador Marcos Wiliam, entre outros.

Wscom