Lideranças do PT estadual anunciam apoio à candidatura de Pollyanna

65

Lideranças como o deputado estadual Anísio Maia, o deputado federal Frei Anastácio, a engenheira e ex-presidente do PT de João Pessoa Giucélia Figueiredo, Priscila Kelly, Secretária de Mulheres do PT da Paraíba e Eliezer Gomes, primeiro presidente do PT-PB, compuseram um grupo que se reuniu neste sábado (13) para declarar o apoio de lideranças do Partido dos Trabalhadores à candidatura de Pollyanna ao Senado Federal.

Durante a reunião, os presentes falaram sobre a alegria de ter uma mulher como Pollyanna na disputa pela vaga que vai representar a Paraíba no Senado.

Priscila Kelly iniciou a sua fala fazendo uma reflexão sobre o Brasil de dez anos atrás e como, atualmente, o país está carente de políticas públicas. Ela falou sobre a chance real de eleger o petista para o cargo presidencial. “Não podemos perder a chance de eleger, em primeiro turno, o presidente Lula. E, também, fazer essa avaliação aqui no estado. A gente sabe que, de fato e de direito, a militância do PT está na base e no apoio do governador João Azevedo”, disse. “Estamos muito felizes com a entrada da nossa companheira Pollyanna na chapa, com a sua entrada para a candidatura ao Senado. Poucas pessoas sabem, mas ela me conhece há anos. A nossa história na política se arrasta desde 2012 e a gente tem uma relação de muita reciprocidade política”, acrescentou.

Frei Anastácio também fez questão de reafirmar o seu apoio. “Quando retornei uma ligação perdida do governador João Azevedo, ele me comunicou que estava trazendo a deputada Pollyanna Dutra para a sua chapa como senadora. Eu disse ‘parabéns, governador! Estou aqui para fazer campanha para o presidente Lula, para Anísio Maia, para você e para Pollyanna’. Pollyanna foi e é uma mulher que administrou uma prefeitura grande, importante e administrou com muita garra, com muita seriedade, trazendo do governo Lula e do governo Dilma, muita coisa para o povo, como a questão da saúde, da educação. É a prefeitura que tem mais ambulâncias, que teve mais programas de saúde e isso tudo eu acompanhei. Não tenho dúvida que Pollyanna será uma grande senadora, não do Sertão só, mas da Paraíba e do Brasil”, declarou.

O deputado estadual Anísio Maia frisou o intuito da reunião e falou sobre a importância de ter uma mulher como a deputada no Senado. “Isso aqui trata-se de uma reunião de acolhida e de compromisso. Acolhida para deixar claro que essa militância que está aqui se sente contemplada com a sua indicação. E compromisso porque essa militância vai trabalhar muito para lhe eleger!”. Ele falou, ainda, sobre a qualificação do público presente, que marcou a fundação do partido no estado e na capital:. “Essa militância é altamente qualificada, não é à toa que chama-se PT raiz, porque o PT da Paraíba saiu daqui. É uma militância que tem coerência política e ideológica. Por isso, também me sinto altamente acolhido pelos companheiros”, afirmou.

Sobre a candidatura de Pollyanna, mais especificamente, ele afirmou que “não dianta nós lançarmos um candidato que tenha o mesmo perfil dos outros candidatos conservadores. É melhor nem lançar. Nós temos que lançar um candidato ou candidata que tenha um perfil diferente deles e que seja adequado à perspectiva da eleição do presidente Lula, que tenha identidade com as políticas de Lula. Portanto, a sua escolha, é exatamente isso sendo efetivado.”

A deputada estadual e candidata ao Senado Federal Pollyanna Dutra encerrou a noite falando sobre as políticas públicas realizadas em Pombal quando prefeita da cidade, a sua identidade com o Partido dos Trabalhadores e o quanto ele foi importante em sua trajetória, além dos planos para o Senado. “Estou extremamente feliz de estar aqui. O PT me remete a lembranças muito boas, felizes, mas também a momentos de muita resistência. Quanto vale resistir? Quanto valeu para nós mulheres, para o PT resistir? Eu sou fruto dessa resistência. Estou aqui porque eu resisti”, disse.

Com o êxito dos diversos programas do Governo Federal, segundo ela: “era como se Pombal fosse a cobaia. Lançava um programa em Brasília, vamos testar em Pombal. Dos meus secretários, nove eram do PT, por isso deu tão certo.” Um grande exemplo foi o Bolsa Família, quando 800 mulheres devolveram o benefício ao governo por terem as necessidades supridas pela gestão municipal: “foi uma revolução. Nós chamamos a atenção do Brasil! As pessoas mudaram de vida e a gente contribuindo para isso, no Sertão da Paraíba”.

Ela falou sobre a importância do Sertão na Paraíba e no país e afirmou que o Sertão, agora, também estará no Senado, representado por uma mulher “que conceitua a chapa, que traz conceitos da mulher paraibana, das lutas, da resistência e uma vivência partidária em partidos de esquerda, porque não basta só dizer que é da esquerda, se não vivenciou todas essas movimentações da esquerda”, pontuou Pollyanna.

A deputada finalizou a sua fala reforçando o compromisso com todas as minorias, com os trabalhadores brasileiros e com as mulheres que “não têm sobrenome”, e como se sente acolhida pelo Partido dos Trabalhadores: “imagine eu e Lula no Senado, o que a gente vai fazer por essa Paraíba! Se aquela cidadezinha a 400km da capital foi parar na ONU como modelo de desenvolvimento, imagine agora?”.

Clickpb