Executiva nacional do Pros aciona TRE para anular apoio da sigla a Pedro Cunha Lima

62

O presidente nacional do Partido Republicano da Ordem Social (Pros), Eurípedes Júnior, acionou o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) para anular a decisão da executiva estadual, presidida por Adauto Tavares, que deliberou pelo apoio a Pedro Cunha Lima, candidato ao Governo pelo PSDB.

Na petição enviada à desembargadora Maria de Fátima Bezerra, o dirigente partidário afirma que o diretório nacional anulou a convenção liderada por Adauto que decidiu pelo apoio a Pedro e indicativo de André Amaral como suplente de Efraim Filho, candidato ao Senado pelo União Brasil.

“A anulação fez-se necessária, a uma, para estabelecer uma diretriz vertical sobre os efeitos práticos da decisão proferida pelo Tribunal Superior Eleitoral, a qual reconduziu o Sr. Eurípedes Gomes de Macedo Júnior à Presidência do PROS, especificamente para que se garanta segurança jurídica no ambiente político partidário e nos pleitos, a duas, porque às deliberações outrora tomadas na supracitada convenção estadual, contrariou às diretrizes legitimamente estabelecidas pelo órgão partidário de Direção Nacional”, diz a peça.

Eurípedes Júnior pediu que a magistrada reconhecesse que a legenda vai apoiar à reeleição do governador João Azevêdo (PSB) e a candidatura da deputada Pollyanna Dutra (PSB) ao Senado Federal.

Fonte: Polêmica Paraíba com Wallison Bezerra