Comitê de crise aprova o uso facultativo da máscara no IFPB

60

Em reunião realizada na manhã desta segunda-feira (29), através de videoconferência, o Comité do IFPB responsável pelo enfrentamento da disseminação e combate à Covid-19 aprovou o uso facultativo da máscara a partir desta data em todas as dependências e ambientes do Instituto Federal da Paraíba.

O Reitor Nicácio Lopes fez a abertura da reunião, analisando o atual cenário da pandemia da Covid-19 no país. Para ele, hoje o Brasil vive um momento bem diferente daquele do início do ano de 2022, quando houve um aumento da transmissão do vírus da Covid-19 pela variante Ômicron, com alta transmissibilidade, embora apresentasse baixa mortalidade. Também avaliou que, felizmente, o processo de imunização do País avançou consideravelmente, com 170 milhões de brasileiros vacinados contra Covid-19, fazendo com que estejamos retornando à normalidade ou próximo a isso. De acordo com o Reitor Nicácio, atualmente, há um momento de supressão do uso da máscara. Como exemplo, citou o uso facultativo em aviões e aeroportos, em nível estadual e federal, além da dispensa do uso da máscara também nos estabelecimentos educacionais.

O Reitor destacou que o IFPB foi muito prudente. A gestão procurou pautar as decisões em deliberações racionais, fundadas no que estavam preconizando as autoridades sanitárias. A instituição atravessou momentos difíceis e esteve no auge da transmissibilidade da Covid-19 e da perda de vidas. Para ele, felizmente, este momento está passando e ressaltou que o IFPB adotou todas as medidas que pudessem atenuar a intranquilidade durante a pandemia. A última dessas decisões foi a obrigatoriedade do uso da máscara em todos os ambientes do IFPB, diante de um incremento significativo da pandemia no País no início do ano.

Ao final da exposição, observando o atual cenário da pandemia no país e no Estado da Paraíba, o Reitor Nicácio propôs ao Comitê a flexibilização do uso da máscara no IFPB, dispensando a sua obrigatoriedade, e adotando seu uso facultativo.

A professora Silvana Costa, Pró-Reitora de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, concordou com a proposta, mas lembrou que se recomende o uso sempre que as pessoas estiverem com sintomas gripais. A Professora Cláudia Rodrigues Brandão concordou com a flexibilização do uso da máscara e propôs uma atualização do Protocolo de Biossegurança do IFPB.

O professor Helio de Franca Gondim, representante do Sintef-PB, analisou os dados atuais da pandemia e concordou com a flexibilização, frisando que se houver necessidade a medida poderia retornar. Comentou também sobre sua preocupação com o crescimento da Varíola dos Macacos, assunto que poderia ser objeto de reunião do Comitê.

O professor Suelânio Viegas de Santana, representando a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis, afirmou que a comunidade acadêmica percebeu o cuidado que o IFPB teve durante a pandemia, e analisando os dados, acha a flexibilização da máscara acertada, concordando com a professora Cláudia Brandão sobre a atualização dos procedimentos do Protocolo de Biossegurança.

A professora Mary Roberta, Pró-Reitora de Ensino, afirmou que na reunião dos diretores de ensino do IFPB foi apresentada a solicitação do uso facultativo da máscara e que acredita que a decisão está sendo tomada no momento certo, ressaltou a Pró-Reitora.

Feitas todas as considerações e estabelecida a votação, o Comitê de Crise aprovou por unanimidade o uso facultativo da máscara em todas as dependências e ambientes do Instituto Federal da Paraíba em todo o Estado a partir desta data.

Ao final da reunião, o Reitor Nicácio Lopes agradeceu a participação de todos e informou que o IFPB continuará a monitorar a situação da pandemia e a adotar todas as medidas necessárias para preservar a saúde e a vida de todos.

Paraiba.com.br com Assessoria