Sem acordo: Filiado ao PSB, Tião avisa que não declinará da disputa pela presidência da ALPB

64

O deputado que conquistou mais mandatos e que há mais tempo atua no legislativo estadual, garante que chegou sua hora de ser presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, até por uma questão de reconhecimento e justiça.

Atual vice-presidente, Tião Gomes (PSB), foi um dos principais responsáveis por mudar a configuração da ALPB ao agir para derrotar o deputado e então presidente Ricardo Marcelo, no ano de 2015 e eleger Adriano Galdino. Desde então, o governo do estado passou a ter presidentes aliados, graças às ações importantes e corajosas de Tião Gomes.

O deputado, que já tem nove mandatos eletivos (oito de deputado e um de prefeito de Areia), disse não ter nada contra o deputado estadual Adriano Galdino (Republicanos) presidente e que pretende disputar um novo mandato na presidência.

“Sou amigo de todos, não tenho o que dizer de ninguém. Já elegi muito presidente e agora está na hora deles me ajudarem a ser presidente”, emendou Tião, afirmando que deseja ser presidente por um biênio.

Tião já soma apoios importantes para reforçar seu nome na disputa, mas, até 30 de outubro, seu foco está totalmente centrado na campanha de reeleição do governador João Azevêdo (PSB).

Apenas a partir de 1º de novembro é que ele irá trabalhar na sua pretensão de disputar a presidência.

“Tenho mantido uma linha que primeiramente temos que eleger o nosso governador. Vou deixar para trabalhar a partir do dia 1º de novembro e sou grato pelo reconhecimento de alguns colegas eleitos e reeleitos que sinalizaram apoio ao meu nome. Vamos à luta e estou firme nesse páreo”, finalizou.

PBAgora com Assessoria