Polícia paraguaia prende segundo suspeito de participar da morte de estudante paraibano

122
Vítima

Imagens de circuitos de segurança mostram quando Anderson Hugo encontra um rapaz, identificado como Moroni Denner Rodríguez Romero, de 22 anos, na saída da festa. O paraibano parece estar grogue e é conduzido pelo colega até um carro. Na quinta-feira (20), Moroni recebeu voz de prisão durante depoimento à polícia. Ele nega ter participação no crime.

Já o suspeito preso nessa segunda (24) seria Silvano Meires Araújo, de 35 anos. Segundo apuração da TV Correio, ele é apontado pela polícia como um dos ocupantes do carro que levou Anderson Hugo até a estrada de terra onde aconteceu o assassinato. Assim como Moroni, Silvano foi preso enquanto prestava depoimento à polícia.

Autoridades do Paraguai e do Brasil ainda não falaram sobre possíveis motivações do crime. Um terceiro suspeito ainda é procurado.

Natural de Tavares, no Sertão da Paraíba, Anderson Hugo Pereira Félix era enfermeiro e estudava Medicina na Universidad Autonoma San Sebastian (UASS). Ele iniciou o curso durante a pandemia, de forma remota, e passou a morar no Paraguai somente em junho deste ano, quando a instituição retomou as atividades presenciais.

Fonte: Portal Correio