Deputado Cabo Gilberto tem conta retida no Twitter; entenda o caso

49

O deputado estadual bolsonarista e deputado federal eleito Cabo Gilberto (PL), nas eleições deste ano, teve a sua conta pessoal no Twitter suspensa na noite de ontem (8). Ao acessar o perfil, a mensagem que se encontra é a de que “a conta @cabogilberto foi retida no Brasil em razão de uma determinação judicial”.

Embora tenha sido o terceiro deputado federal mais votado da Paraíba, com 126.876 votos, Cabo Gilberto tem feito declarações públicas questionando a lisura do processo eleitoral, acusando que houve fraude nas urnas.

Parte das acusações são direcionadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao Supremo Tribunal Federal (STF), personificadas na figura do ministro Alexandre de Moraes. Ontem (08), na sessão da Assembleia Legislativa da Paraíba o Cabo Gilberto voltou a repetir a narrativa de fraude nas eleições e do cerceamento da liberdade de expressão que, segundo ele, estaria impedido políticos e comunicadores ligados a Bolsonaro de se manifestar. “Os parlamentares estão sendo cassados das redes sociais”, disse.

Além de Cabo Gilberto, também tiveram as contas suspensa por propaganda fake news outros bolsonaristas como Carla Zambelli, Nikolas Ferreira, Gustavo Gayer, Major Vitor Hugo, Coronel Tadeu e José Medeiros, além dos influenciadores Monark e Adrilles Jorge.

PBAgora