Manutenção em refinaria na Bahia afeta abastecimento de gás de cozinha na Paraíba

48

Uma manutenção na Refinaria de Mataripe, localizada no município de São Francisco do Conde, na Bahia, está afetando o abastecimento de gás de cozinha na Paraíba.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás na Paraíba (Sinregás-PB), Marcos Antônio Bezerra, o estado possui, atualmente, cerca de 50% do estoque que seria considerado normal.

“Alguns pontos de revenda na Bahia já estão sem botijões. Parte do que chega em Pernambuco acaba tendo que ser enviado para a Bahia, então a Paraíba recebe metade do que deveria receber”, explica Marcos Antônio.

Segundo o presidente do Sinregás, a Paraíba ainda não registra pontos de revenda com estoque zerado. Ao Portal Correio, Marcos Antônio ressaltou que, mesmo com estoque fracionado, os revendedores não podem cobrar mais caro pelos botijões, ainda que a procura já esteja mais alta que a oferta.

A Paraíba atravessa o período mensal de maior procura por gás de cozinha. Dados do Sinregás apontam que a maioria das aquisições domiciliares do produto ocorrem até o dia 13.

“Ainda não registramos falta do produto em nenhum município do estado, mas estamos operando com estoque abaixo do desejável. É possível que a situação piore com o passar dos dias, pois a previsão é de que a refinaria na Bahia só volte a funcionar no fim do mês. No entanto, não há interferência nos preços”, diz.

Portal Correio