Valdemar Costa Neto diz que vai pedir ao TSE anulação de votos depositados em 250 mil urnas

74

Em vídeo publicado no Twitter pela deputada federal bolsonarista Bia Kicis (PL-DF), o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, afirma que pedirá ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que votos depositados em urnas antigas sejam desconsiderados.

O pedido, segundo o dirigente partidário, será feito até terça-feira (22). Segundo o Antagonista, Valdemar deu a declaração neste sábado (19), em São Paulo.

De acordo com o presidente do PL, o objetivo não será pedir a realização de uma nova eleição. O que ele pretende é, com a anulação dos votos depositados em urnas de modelos anteriores a 2020, tentar reverter a vitória de Lula.  “Nada de ter nova eleição, não vamos propor nada disso, não queremos tumultuar a vida do país. Mas têm umas urnas que têm que ser revistas e nós vamos propor para o Tribunal Superior Eleitoral até a próxima terça-feira essa nova proposta (…) Pelo estudo que fizemos, têm várias urnas que não podem ser consideradas. É no Brasil inteiro, de 2020 para baixo. Todas elas têm o mesmo número, não tem como controlar. Temos a prova e vamos mostrar que essas urnas não podem ser consideradas. Vamos ver o que o TSE vai resolver”.

Valdemar Costa Neto afirma que 250 mil urnas teriam que ser desconsideradas.

Wscom com 247