Presídio Procurador Romero Nóbrega comemora avanço em autossuficiência na produção de legumes e recorde de apenados matriculados

67

A direção do Presídio Procurador Romero Nóbrega, em Patos, está fechando o ano de 2022 com motivos suficientes para comemorar os avanços e as iniciativas que deram certo na unidade prisional. O presídio se tornou referência em decorrência de projetos de ressocialização, disciplina e envolvimento de forma positiva dos apenados.

Após pouco mais de um ano e meio da implementação dos projetos de hortas orgânicas, o presídio está no caminho para ter a autossuficiência na produção de legumes e verduras. Diante disso, economicidade aos cofres públicos, envolvimento de apenados nos projetos e contribuição ao meio ambiente e para a saúde na unidade prisional. Foi quase 1 tonelada de produtos e com excedente para instituições filantrópicas.

Outro aspecto positivo diz respeito ao recorde em apenados matriculados e buscando o caminho da educação. O Presídio Procurador Romero Nóbrega ofereceu reforma de salas de aulas, instalação de novos ventiladores, colocação de Smart TVs nas salas, apoio pedagógico, aulas na modalidade EAD e fez esforços para garantir que aqueles que desejassem pudessem concluir o ensino fundamental e médio.

Graças a parcerias desenvolvidas com a Secretaria de Educação do Estado da Paraíba, por meio da 6ª Gerência Regional de Educação (6ª GRE), bem como da Prefeitura Municipal de Patos e suas secretarias, o presídio deu um salto de qualidade em vários setores, proporcionando limpeza, inovação, educação, produção e trabalho que se transforma em remissão de penas.

“Seguiremos firmes rumo a 2023 e buscando cada vez mais melhorias! 2022 foi de muitas ideias colocadas em prática e esperamos dar continuidade a estes e novos projetos. Agradeço a equipe de direção do presídio, aos parceiros, a Secretaria de Administração Penitenciária e a todos que, de forma direta e indireta, estão contribuindo”, destacou Charles Martins, diretor do Presídio Procurador Romero Nóbrega.

Jozivan Antero – Polêmica Patos