Jovem da PB que estava desaparecido após atos golpistas em Brasília está preso na Papuda

175

O jovem paraibano Mariano Adriano da Silva, de 20 anos, que estava tido como desaparecido após viajar para Brasília para participar dos atos golpistas do último domingo (8), teve o seu nome divulgado na lista de presos da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Distrito Federal (Seape-DF).

Desde o fim dos atos e a repercussão negativa, a mãe de Marinaldo, identificada como Adriana, buscava pelo filho.

Em entrevista à TV Arapuan, ela chorou e afirmou que o jovem já profetizava a sua sina.

“Ele não trabalha. Os amigos que foram com ele e pagaram as passagens para Brasília. Antes de sair de casa, ele disse: mainha, reze por mim, porque acho que não tem mais volta, reze por mim para não acontecer nada comigo”, disse Adriana na ocasião.

Os presos que não eram idosos, gestantes ou possuíam comorbidades foram levados para o Presídio da Papuda.

PBAgora