Ouça: Cabo Gilberto diz que país vive “estado de exceção” inspirado por Moraes e teme não assumir mandato

53

“Parlamentares estão sendo presos de forma inconstitucional então tudo pode acontecer, eu não sei nem se eu irei tomar posse”. A declaração é do deputado federal eleito Cabo Gilberto (PL) ao comentar, durante entrevista ao programa 60 Minutos, do Sistema Arapuan de Comunicação na noite desta quinta-feira (12), as decisões do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Questionado sobre o ministro, que de forma monocrática afastou o governador do Distrito Federal e determinou a prisão do ex-ministro de Bolsonaro, Anderson Torres, Cabo Gilberto afirmou que o país está vivendo um “estado de exceção”, conceito introduzido em 1920 para externar a capacidade de um indivíduo em transcender de forma individual o estado democrático de direito em nome do bem público.

Ao programa 60 Minutos, ele pontuou que teme, inclusive, não tomar posse na Câmara Federal no próximo dia 1° de fevereiro. “A gente está nessa vida de passagem e estamos vivendo um estado de exceção onde parte da imprensa está sendo calada, basta só colocar algo contra a esquerda brasileira”, disse.

“Parlamentares estão sendo presos de forma inconstitucional então tudo pode acontecer, eu não sei nem se eu irei tomar posse ou outros parlamentares que defendem esse campo político irão tomar posse. Estamos em um estado de exceção onde o ordenamento jurídico não é respeitado”, concluiu o deputado federal eleito.

OUÇA:

Fonte: Paraiba.com.br