Paraíba isola presos acusados de liderar ataques no RN de dentro do PB1 e Serrotão

35

A Secretaria de Administração Penitenciária isolou os apenados recolhidos nos presídios PB1, em João Pessoa, e Serrotão, em Campina Grande, apontados pela Polícia do Rio Grande do Norte como líderes dos ataques que acontecem desde a semana passada no estado potiguar. A informação foi confirmada com exclusividade ao programa Arapuan Verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação nesta segunda-feira (20) pelo secretário de Estado da Segurança, Jean Nunes.

Segundo Jean Nunes, foram determinadas operações de segurança nas unidades penais onde os indivíduos estavam localizados, com o isolamento de ambos. Celulares foram apreendidos e, em ação conjunta dos serviços de inteligência dos dois Estados, eles serão periciados. Ele pontuou, porém, que não é possível identificar se eles fazem parte do “sindicato do crime”, facção criminosa responsável pelos ataques no estado potiguar.

A informação de que os ataques partiram de presídios da Paraíba foi dada pela Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte. As investigações apontam que Erick Silva de Santana, detido na Penitenciária de Segurança Máxima Doutor Romeu Gonçalves de Abrantes, e Igor Cavalcanti Coelho, detido no Complexo Penitenciário do Serrotão, integram o núcleo organizador dos ataques.

Fonte: Paraiba.com.br